Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

sábado, 9 de janeiro de 2010

TENTANDO COMPREENDER A ARTE por Carlos Rielli (restaurador)

       Nós podemos começar assim: Dois quadros abaixo, pintados em diferentes fases da carreira do renomado pintor Espanhol, Joan Miró. Olhem, apreciem e dêem uma nota a cada um dos quadros.












   Pronto? A premissa geralmente é que se o autor é bom, inegavelmente a sua criação também é. Na verdade, não é assim que ocorre, pois um artista como qualquer pessoa, tem seus altos e baixos, tem seus dias de inspiração e aqueles dias em que nada da certo. Quando acontece uma explosão maior de talento e criatividade, o artista cria sua maior obra, que se da o nome de "Capolavoro" (do italiano lavoro=trabalho capo=chefe) ou seja, a principal, melhor e insuperável obra do artista, como exemplo a Monalisa de Leonardo da Vinci, a proclamação da Independência de Victor Meirelles, os Lusíadas de Camões, Guernica de Picasso... etc. Depois da fama, depois do Capolavoro, é fácil, qualquer coisa que o artista assine ou a ele seja atribuído passa a valer e valer muito. Volpi descobriu as bandeirinhas, haja bandeirinha! o quadro pode ser amorfo (nao ter forma), mas se tem a bandeirinha e for atribuído a Volpi, passa a ser "maravilhoso". Mesmo que seja falso, vai ser idolatrado e custar uma fortuna. Isso acontece de um modo geral com todos os artistas, e os exemplos estão no nosso dia a dia.
    Eu acredito que para compreender arte, existem algumas técnicas matemáticas, portanto exatas. São elas:
     *Equilíbrio - é fundamental para que a harmonia de cores e a distribuição dos elementos, seja compatível com um padrão natural de estética ou mesmo anti-estética, vai depender do que o artista quis transmitir. Podemos notar que uma obra desproporcional aos padrões de equilíbrio e técnica de pintura, desviamos instintivamente o olhar, pois a agressão ao equilíbrio, nos faz mudar o foco de visão, sem que percebamos.

     Técnica de pintura - Preservação dos conceitos de luz e sombra, seja a obra acadêmica ou abstrata, tal elemento pode tornar a obra agradável ou repulsiva em função do nosso cérebro "enxergar" e selecionar o grotesco do natural. Nesse caso, é acionada a nossa tecla "delete", tudo isso sem que percebamos. É o nosso automático funcionando.

    Bem, quanto aos quadros, que pedi para que fosse dadas notas, vou explicar: o primeiro quadro é de Joan Miró, pintado em 1967 e o segundo quadro... bom, aí foi uma pegadinha!! na verdade foi pintado por um macaco bonomo. Sorry...rs

    Parece que a conclusão é que o autógrafo vale mais que uma obra de arte não é? Felizmente nem sempre é assim, tem muitos, mas muitos ótimos artistas que realmente nos emociona, seja qual for o nosso gosto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...