Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

domingo, 17 de agosto de 2008

SOBRE O TITULO E A IMAGEM DO BLOG

Motivos Para a Escolha do Nome 

  "Os templos sao locais sagrados, ma cultura Hindu. Cada altar possui sempre uma estatua de seu deus, e nos templos as imagens sao diretamente despertadas pela manha, lavadas, vestidas e enfeitadas pelos sarcedotes.
  Diante do altar, os hindus recitam mantras, formulas sagradas escritas nos vedas que podem aproxima-los dos deuses." Fonte: Templo Zen
nome Templo artístico foi escolhido porque Templo é um lugar de descanso e contemplação já a Arte normalmente é a mesma coisa. Esta letra escrita na figura foi escolhida para combinar com o ambiente artistico assim como com a intenção do site. 
   A imagem de apresentação é uma fotografia de templo pega da internet unida com um desenho meu sobre meditação no qual a mulher foi corrigida utilizando photoshop e as fotografias das minhas cerâmicas.

Imagem original do templo


                                                                            +

Imagem minha de meditação

                                                            
Este é o resultado após todas as modificações feitas:


  
   Minha descoberta sobre o Título

    Quando escolhi o nome Templo Artistico não sabia a força desta palavra que apenas agora em 2011 percebi estudando mitologia. Templo é o local onde ficam os Deuses, significa perfeição e de certa maneira é o lugar mais facil para se aproximar e estar mais perto do espiritual. Ao saber disso, percebi a grandiosidade que é e fiquei muito surpresa. Ás vezes, fazemos escolhas que sem saber representam muito e carregam uma intensidade inimaginavel. Não sou religiosa porem a coisas na vida que nao se explicam; apenas se sente.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

COMO RECONHECER O AUTOR DE UMA OBRA? (leitura de imagem)

    ANALISANDO UMA OBRA DE ARTE

      Para se conhecer e reconhecer obras de arte e seus autores, a dica principal é ver bastante e atentamente os trabalhos de arte assim como ler muito sobre eles. Esta forma de ver não importa como; seja lendo livros, visitando museus ou sites o importante é observar. Aqui neste blog por exemplo tem os gadgets artísticos no final da página, eles são ótimos para quem quer conhecer e reconhecer obras de arte e seus artistas. Este fator é de grande relevância. Quando se acostuma a olhar trabalhos de arte, a pessoa começa a perceber os pontos em comum de cada artistas em suas diversas expressões.
      Para facilitar um pouco aos apreciadores e a introduzi-los no reconhecimento dos trabalhos de artistas aqui serão dadas algumas dicas:

    Primeiro: todo trabalho de arte é composto por: materiais, cores, traços, linhas, composição ou organização dos elementos no espaço, temas, etc. Estas estruturas são de fundamental importância para a formação dos trabalhos. E é observando estes elementos que os artistas vão se diferenciar uns dos outros, manifestar suas predileções por determinada cor ou material por exemplo. Pode ser que quando alguns artistas trabalhem juntos ou quando treinem aprendizes, seus trabalhos acabem ficando parecidos devido a convivência o que acaba dificultando a identificação. É o caso de Picasso e Braque na época do cubismo analítico ou sintético (não me recordo bem o movimento). Ou ainda quando o artista varia muito sua forma de trabalhar sem tomar consciência do que reamente quer realizando várias experiências.
  
         Caracteristicas de alguns artistas

  • Amadeo Mondigliani:
     Ele se destaca pela pintura de pessoas e em todas elas possuíam a cor amarelada, os olhos puxados, nariz em forma de L, rosto tipo ovalado e pescoço cilindrico.

Obra: Elvire Resting at a Table 1919 St. Louis Museum of Art, St. Louis Missouri Nome em portugues Elvira descansando na mesa


"Jeanne Hébuterne, with her left arm behind her head", ("jeanne com seu braço esquerdo atrás da cabeça") painted 1919


                                                          Sem referencia
  • Amilcar de Castro
   Em suas esculturas o artista prefere o aço mais resistente como material. Não há a retirada dos pedaços cortados em suas esculturas, eles apenas são dobrados e podem ser usados como base da escultura.

                                                          Sem referencia


   "Carranca" - escultura em aço 1978 - Doação do Artista - MAM Museu de Arte Moderna de São Paulo - Parque do Ibirapuera


"Sem título" - escultura em aço 1970 - MAM Museu de Arte Moderna de São Paulo - Parque do Ibirapuera

  • Mel Ramos
   O artista tem como tema as mulheres nuas "perfeitas" e as utiliza relacionadas a alguma marca famosa ou objetos.


Mel Ramos - Fraulein French Fries - litogravura - 2002 499 edi¦ºes



Toberlone Tess_Mel Ramos_2007_Impressao em litografia (pedra)199 impressões assinadas e numeradas a lapis tamanho: 30 x 44-5 in

   Esta é uma pequena mostra de como reconhecer o estilo de um artista, agora basta que cada leitor comece a observar seus artistas e ver o que cada uma de suas obras tem em comum umas com as outras e seguir em frente. Apenas uma obra não é capaz de definir um artista e sim o conjunto delas.

     Obs: Depois que voce começa a reconhecer as obras e seus autores isso acaba valendo também para desenhos animados ou coisas do tipo e vice-versa pois quem ve muito desenho acaba inconscientemente fazendo associações com o estilo do desenhista: 
    O(s) autor(es) de Martin Mistery é o mesmo desenhista(s) que fez/fizeram "TRES ESPIAS DEMAIS" (TOTALLY SPIES), "TEEN GALAXY" e "WITCHS". Uma caracteristica do desenhista ou da empresa é que a maioria de seus desenhos tem 3 personagens principais.
    Observe os desenhos abaixou e perceba o detalhe dos olhos , o reflexo branco dos cabelo se não é igual além da ruivinha de cabelo curto das witches ser igual a moreninha de amarelo das espiãs demais, geralmente são 3 os personagens principais.



 Tres Espiãs Demais


Team Galaxy

Witches

                             Martin Mystery








Conseguiram ver alguma (as) semelhança(s)??

sexta-feira, 6 de junho de 2008

SOBRE ARTES E O PRECONCEITO (com quem quer fazer ou quem faz)

     A REALIDADE SOBRE A PROFISSÃO ARTE. OPINIÕES E PENSAMENTOS SOBRE O FAZER ARTISTICO



 











 Imagem sobre o preconceito com o que nao se conhece:referindo a artes

 
    Isto que postarei aqui é uma opinião pessoal formada que foi sendo amadurecida ao longo do tempo em que estive na faculdade e pelos comentários ouvidos nas salas de aula e no desenvolver da atividade.
     Artes Plásticas, Artes Visuais, Belas Artes, a Artes Cênicas e o Teatro são profissões que de certa forma são difíceis mesmo que a primeira vista pareçam fáceis. Elas exigem muito da pessoa que tem ter grande força de vontade e não ligar para o que vai ouvir pela frente.
      A primeira coisa que se tem a fazer é conhecer o estilo do curso. Aqui no Brasil ainda há faculdades de arte em que você estuda teatro, música e artes visuais tudo junto. Existe também a diferença entre o curso de Belas Artes, faculdade voltada mais para as artes clássicas, o conhecimento da composição dos materias e das tecnicas. Já nas Artes Plásticas ou Visuais a tendência é voltada mais para o trabalho moderno ou contemporâneo.
      Outra coisa é que, ao longo do caminho, você percebe que mesmo existindo faculdades de artes, qualquer pessoa pode ser "artista" mesmo sem diploma, não importando a idade ou tendo outra formação profissional. Formar em arte é uma profissão que dependendo do lugar o que vale mais é a prática e seu conhecimento sobre desenhar, pintar, etc e não o seu diploma.
    Muitas vezes a faculdade é bastante ridicularizada e mesmo existindo grandes artistas em todos os lugares, as pessoas ainda perguntam "mas artista faz o que heim??" "Você vai viver de que??" "Vou fazer arte se eu não passar ou para passar no vestibular e ter diploma de 3º grau".  Mesmo dentro da faculdade, você esculta professores falando que apenas a faculdade é insuficiente para o seu aprimoramento já que artes tem muitas técnicas, por isso cursos extras precisam ser feitos. Eles afirmam também que fazer arte não é garantia de ser um artista já que a arte possui varios ramos tais como:ser um teórico em arte, um professor, um curador, trabalhar em museu, e assim por diante.
     Pode se ver tambem um puxa saquismo no meio ao ponto de você acabar questionando o que faz um trabalho ser artístico já que professores falam que artesanato não é arte porém se a pessoa faz um risco na tela e tem um lindo discurso sobre o seu trabalho acaba ganhando dez (oh o meu pré-conceito). Falo isso porque ainda não entendo os parâmetros para que um trabalho seja bem visto como sendo artistico ou não.
  
    Para completar poucos entram no mercado de trabalho e vivem do que fazem; precisam ter rotinas duplas e as vezes fazer ter a arte (criação) como uma 2ª fonte de renda.
     Mesmo com tudo isso, acredito que a faculdade de artes é uma faculdade que compensa fazer e aconselho que mesmo tendo que enfrentar muitos desafios, os conhecimentos e a troca de experiencia que é conseguida lá dentro é inexplicável e fascinante. Pois para mim a faculdade não te prepara para trabalhar em artes; ela muda sua visão de ver o mundo fazendo com que você analise tudo de um ponto de vista mais artístico e apurado, atentando-se aos detalhes e as minimas coisas da vida. Se isso não fosse verdade porque eu faria um blog de artes, exporia todos estes pontos e me expressaria tao abertamente que tenho orgulho de falar FIZ ARTE Plásticas sim.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

SOBRE MEU PROCESSO CRIATIVO


     
 







O meu processo criativo


A maneira como alguem cria pode variar muito de pessoa para pessoa e até a maneira de pensar influencia no que ela vai desenvolver e como ela vai fazer isso. Particularmente esta é meu jeito de pensar e criar:
    Pessoalmente prefiro desenhar formas que lembrem algo de humano ou animal. Raramente faço outro tipo de trabalho apesar de saber fazê-lo. Um dos fatores que influenciam no meu gosto é o fato do meu traço ser bastante agitado, ou seja, sua expressividade grita. Isso faz com que ele seja bem orgânico e sinuoso, que as roupas ou as partes do desenho parecem ser agitadas pelo vento, corpos levitando com riscos ao seu redor, como se fossem uma energia os impulsionando. Já minhas formas geométricas acabam ficando mais rígidas e sem vida maioria das vezes.

      Observação: Meus desenhos de figura humana, por mais que eu tente ter controle das formas elas acabam sendo independentes. Por exemplo: Sei desenhar tanto homens quanto mulheres porém meus desenhos são de fase, se estou numa fase de desenhar mulheres não adianta tentar querer desenhar outra coisa que não adianta, tudo vai sair meio feminino e vice-versa. Então o jeito é partir para a observação de um modelo para fazer o que preciso porque na cópia eu consigo tornar as formas mais parecidas com o objeto observado.

      Geralmente os melhores resultados são aqueles em que eu não estou preocupada no que desenhar apenas faço. No final acabo desenhando algo que nem passou pela minha cabeça.

     Tambem está presente em meu trabalho algo de humor ou crítica irônica sobre as imagens do cotidiano. Ex Não falam que existe os mensageiros do céu e do infernos que nos vem buscar? Então! Foi o que pensei quando achei uma cigarra, escaneei e fiz este trabalho.

Viajando de animal Photoshop 2005

      Os trabalhos são feitos a partir de alguma referência, seja ela temática ou visual. As referências visuais são objetos ou sombras que acho interessante e que ao desenhar mantenho suas estruturas e vou "criando" em cima disso (faço interferências em apropriações). Um exemplo é esta figura que fiz:

Naves Cabidais 2003


      A idéia de desenhá-las veio ao observar cabides de roupas. Então peguei o cabide e acrescentei rodas também de cabide, os aros superiores de uma das naves são dois cabides cruzados. Agora estou refazendo este desenho porém em fotografia.
      Outro exemplo é este muro que se encaixa na postagem descrição dos trabalhos da faculdade. Eu tinha que fazer uma tela com esse tema e ao viajar de ônibus observando as janelas à noite imaginei um muro com uma janela e alguém observando o que se passava. Então desenhei um rosto na tela e coloquei um vidro de verdade cobrindo todo o resto com textura, fazendo assim o muro com pichações porque ele possui alguns grafismos.

O Muro
Material vidro, massa acrilica e tinta sobre tela, Pintura 2, 2004


IDEIA
    Já na postagem descrição dos meus trabalhos feitos no paint as imagens são riscos que faço de olhos fechados e partindo destas formas crio outras. Ex: A 1ª figura é um esboço feito de olho fechado e 2ª que é a figura colorida é este esboço retrabalhado.


    Pode se perceber a semelhança entre as duas imagens. Comparando a imagem em preto e branco e a colorida a estrutura permanece a mesma a diferença é o acréscimo de detalhe e de cor de oferecem um Q a mais ao trabalho.


   Meu processo de produção depende do tipo de material também porque ao trabalhar com esculturas ou material mais maleável tipo barro, massa de modelar, deixo que o trabalho fale por si próprio e ele direcione o seu modelar. Não há esboço "prévio" pois para mim é mais fácil executar diretamente na matéria. Sendo assim, os desenhos é que partem das figuras prontas. Ao contrário de quando trabalho com o papel e tinta ou lápis; que penso no que vou fazer antes.
    Este foi o único trabalho que fiz de observação em cerâmica (coitada da minha colega modelo, acho que ela esta até hoje com raiva de mim)

Cabeça de Cerâmica 2006


    Para eu passar a imagem real para a escultura/cerâmica é bem mais complicado que passar para o desenho. Em trabalhos tridimensionais muda-se completamente a noção de observação. Não quer dizer que a pessoa desenha bem que ela vai fazer bons trabalhos de observação em cerâmica. Percebi isso na marra mesmo; praticando.

domingo, 20 de janeiro de 2008

FERRAMENTAS de TRABALHO UTILIZADAS POR MIM

    
                                Lapis, a ferramenta de desenho mais pratica e acessivel do mundo


                                                       Adoro material de pintura e desenho

Como em artes há uma variedade de técnicas e materiais, nem sempre é possível ter acesso a tudo. Já outros materiais apesar de eu ter gostado de usá-los são mais complicados para trabalhar como é o caso da cerâmica (que é muita burocracia para o meu gosto) e a xilogravura precisa da madeira e as ferramentas que não possui. 

    Então os materiais que mais uso são o lápis grafite e o papel devido a praticidade, as vezes, trabalho com o carvão principalmente quando o desenho precisa de uma agilidade e ao mesmo tempo pede uma expressividade. Também utilizo o nanquim de preferência a cor preta que oferece um contraste do material no branco do papel.
     Quando uso cores no trabalho vejo a predominância dos tons azul e verde principalmente nas pinturas, na aquarela também uso o roxo; o amarelo é usado apenas para oferecer mais luminosidade ao trabalho.
         Nas animações que faço então nem se fala, se não tiver um azul/roxo sinto muita falta.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

SOBRE MEUS DESENHOS ON-LINE ( passo a passo gravado)

                                                               Austeridade

Existem sites nos quais você pode fazer desenhos on-line e eles vão gravando todo o processo. (Para quem é interessado em desenho/pintura isto é importante para se conhecer seu próprio trabalho além de poder observar os pontos fracos e fortes durante o fazer. 
     Aqui estão alguns dos meus desenhos criados nestes sites graças ao print screen. Acho que todos partiram do simples fazer, sem ter tido uma idéia prévia e começar a "riscar" a tela que as possibilidades que surgiam foram observadas. (a qualidade do traço como sempre pode melhorar, meus desenhos são melhores quando feitos a lápis no papel do que no mouse e tela do computador).

   Mão em escorço (escorço é dar a sensação que o desenho está indo para fora da tela; na direção de quem ve) Imagem original e a remodelada

 



Desenho que virou a "Cidade Gato"


    Como estes programas tem suas deficiência (nos dois que conheço, um a borracha é grande e não é possível de se ajustar, o outro volta poucas vezes a ação praticada para corrigir um erro cometido anteriormente) através deste print screen dos trabalhos pude copiar meus desenhos para o computador e corrigir alguns "problemas". Em um livro que li da autora Cecilia Salles (no qual ela comenta sobre o processo de criação) a autora comenta que o desenho possui em seu fazer ao mesmo tempo o processo de criação e de destruição pois ao realizar um simples risco você precisa "modificar" o conteúdo anterior) então aqui estão partes dos desenhos definitivos ou dos traços que modifiquei no paint brush.

Cidade Gato


"Cidade Gato/Cat City" corrigido e que não se encontra no site (pequenas mudanças)



Desenho que virou o "Olho", elemento que esta bastante presente em meus trabalhos



Olho/Eye


Desenho "Olho" corrigido fora do programa e que não se encontra no site. (pequenas mudanças)



Rapper


Desenho Rapper corrigido fora do programa e que não se encontra no site (pequenas mudanças)



Sensualidade/Sensuality

Desenho "Sensualidade" corrigido fora do programa e que não se encontra no site (pequenas mudanças)


Quem quiser saber dos sites de desenho on-line aqui estão:

O que eu tinha conta: http://sketchcast.com

sábado, 12 de janeiro de 2008

SOBRE MEUS TRABALHOS (Pinturas da Faculdade)

    

Trabalhos da Faculdade:

   Aqui estão alguns dos trabalhos feitos na faculdade. Na verdade gosto muito de todos eles no momento em que estou fazendo-os, porém ao terminá-los poucos me agradam realmente. Por isso, estão tão poucos aqui. Um detalhe percebido é que ao desenhar o trabalho é um e quando passo a tinta por cima fica outro (a expressividade do meu traço some e é por isso acabo não gostando da pintura em tela final). Apenas em pinturas de aquarelas que me saio bem.

   Colagem em Pintura de Objetos Cotidianos: Embora não pareça há alguns elementos colados ai. Pintura 1 2003/4 (Esta é minha pintura preferida devido ao uso das cores o estilo meio cartoon)



Composição 2    
Pintura 1 Ano 2003/4
   Neste trabalho, o professor pediu para os alunos recortarem papéis coloridos aleatoriamente e colar num papel para fazer uma composição. Depois disso, escolhemos alguns fragmentos deste trabalho e passamos para a tela dai surgiu esta composição 1 e a composição 2 na qual gostei muito do efeito e cores que usei principalmente esta.



Composição 1, Pintura 1 2003/4


   Este é a ilustração do conto de Edgar Alan Poe "Rosto na multidão" que o professor pediu para ler e fazer uma pintura. Pintura 2 2004 (As cores estão legais porém tá muito cheio de elementos mesmo assim gosto deste trabalho). Acabei transformando-a em animação


  Já este foi a interpretação da 1ª parte do texto: FAUSTO de Goethe. Pintura 2 2004 (a idéia ficou muito melhor que o desenho/pintura que para mim esta muito primário o que salva são as cores)

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

SOBRE MEUS TRABALHOS (escultura/relevo da facul)



 Escultura

    Seres se libertando do bloco (este trabalho de gesso feito em escultura um surgiu da minha dificuldade em trabalhar tridimensionalmente com o material, pois queria fazer uma pessoa e com a dificuldade, cada lado do bloco deu origem a formas atropomorficas diferente; o que para mim foi bem melhor do que o pensamento inicial)

"Escultura 1" 2005  Técnica: subtração do gesso



   Moleque Triste, escultura 1 2005 Tecnica: Molde (no caso foi tirado o molde de um desodorante roll-on com gesso e depois pintado)



   "Involução da escultura" Fundamentos tridimensionais, Material: papel, fósforos e madeira. Esta foi uma brincadeira que fiz com mudanças que a escultura sofreu do período clássico, moderno e contemporâneo. São 3 trabalhos individuais para serem vistos juntos. 
Olha a história: O homem se sentia o máximo na arte clássica então na arte moderna substituíram seu pedestal pela base para ele ficar no nível dos outros seres o que fez com que ele caísse. Então na arte contemporânea ele teve que inventar um jeito de chamar atenção, por isso os palitos de fósforo que parecem meio estranhos. E na escultura aconteceu essa evolução mesmo porem não com a historia que contei né. Antigamente todos os trabalhos possuiam um pedestal o que o afastava de seus observadores, na modernidade o trabalho se aproximou mais do seu publico ao substituirem o pedestal pela base e as formas deixaram de ter aquele realismo tecnico de antes e na contemporaneidade, a base foi tirada e a forma de trabalhar mudou.



Coiote DEP 3 2003 (lã sobre isopor) escultura



  Falcão DEP 3 2003 (lã sobre isopor) Relevo. Este trabalho me atrai muito e o resultado foi muito interessante.


      

Apos formada fiz outro curso em 2008 e ele possuia a materia optativa de ceramica que nao resisti e fiz novamente. Dele surgiram estes trabalhos.
  Como desta vez era apenas uma oficina para "aprender" a modelar com argila sem compromisso com nota, os trabalhos fluiram espontaneamente de acordo com o momento que eu estava. Obs: Coloque uma caneta de retroprojetor para terem noçao do tamanho das novas peças.



  Esta carinha me faz lembrar Salvador Dali e eu a fiz apos fazer um tronco masculino, vai ve que foi o complemento dele :)



  A escultura a cima foi deita lembrando uma baiana com seu tabuleiro acho que na hora fui influenciada pelas bonecas namoradeiras e virou isso.
 





  Esta é uma unica escultura porem tirei 3 fotos dela para sugerir como ela é em seus 360 graus. Acho que fiz esta com lembrando dos totens para treinar minha visão de modelagem por completo e nao apenas "um lado" do barro

 

     Ah esta é facil, foi para exprimir a figura do olho que amo tanto e fazer uma brincadeirinha co  a forma: É um olho ou um pato.


 




     


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...