Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

MEUS GOSTOS (artes, musica e outros)

                                                    BRITO, Romero. " O cachorro"

    Meu conhecimento em relação a artistas, caricaturistas, chargistas, etc é bem pequeno e admito que posso estar sendo injusta citando apenas alguns nomes pois estamos cheios de talentos espalhados pelo Brasil e pelo mundo a fora e que acabamos não conhecendo nem a metade.
  • ARTES VISUAIS
Resumo: O que mais me chama atenção nos trabalhos plásticos são:

1 - Cores vibrantes, fluorescentes (que irradiam luz). As cores são tudo para mim (um preto em branco bem colocado num trabalho também impressiona

2 - Maneira de representar estilizada ou realística (acadêmica)

3 - Animação feita a partir de desenho. Elas acabam sendo mas expressivas que as animações fotográficas.

4 - Na arte contemporânea, ver o fazer dos trabalhos na maioria das vezes me encanta mais que ver o resultado final. (isso se tratando de quadros/esculturas) O momento do fazer é muito envolvente.

  O fato de eu não gostar de algo não impede de falar ou ver trabalhos sobre o assunto . (Obs: Pode haver algumas exceções pois a variedade de trabalhos em arte é imensa assim como os materiais e a maneira de como é expressada cada elemento em um trabalho)

1- Quadros que tenham borrões de tinta como os de Iberê Camargo (prefiro seus desenhos), letras ou rabiscos junto com as tintas ocupando o mesmo espaço como em Basquiat. Na escultura não gosto de Brancusi ou trabalhos como os de Merdado Rosso; a "expressividade" deles me incomoda porque não tem acabamento (Pior que as maioria das vezes tenho trabalhos assim, fazer o quê?)

2- Predomínio das cores ocre, azul marinho, verde petróleo, marrom. Resumo: as cores pasteis ou muito envelhecidas para o meu gosto)

3- Vídeo-performance, performance, instalação. (Ainda preciso aprender a digeri-los cansa demais)

4- Sou impaciente para ver exposição de fotografia, poucas me chamam atenção. Isso apenas acontece se elas forem em preto/branco e com muita expressão.

OBS: Pode haver contradição entre o que foi falado aqui e meus desenhos. Isso porque geralmente o que é difícil para eu fazer acaba me atraindo muito mais.

   O meu gosto tanto em relação à quadros quanto de escultura está mais voltado para o figurativo embora haja alguns abstratos que me encantam. Isso pode ser porque a maioria opta pelo abstrato pelo fato de não saber desenhar e fazer abstrato é muito difícil, ele exige da pessoa muita noção de composição.

    Até a arte moderna (Renascimento, Barroco, Clássico, neo-clássico, Realismo, Gótica), a maioria das escolas conseguem me chamar bastante atenção porque nesta época está presente a qualidade do desenho/pintura principalmente na fase renascentista e realista onde trabalhos são fantásticos quanto a representação das formas embora as cores do trabalho sejam bem tristes. Depois, na arte moderna, nem todos os estilos passam a ser interessantes. Por exemplo, não gosto de tudo que é do Cubismo, do futurismo nem do Dadaísmo.

   No impressionismo, acho muito impressionante a maneira como a água é pintada, a figura humana também e Renoir se sobressai neste ponto.

  Na corrente expressionista, o nome já diz tudo e traz consigo uma carga de sentimento muito forte (é encantador).

  O que mais me chama atenção no fovismo é a cor, pois ela é tudo em um trabalho, principalmente as cores primárias e luminosas.

   O Hiperrealismo e a Pop Arte na arte contemporânea são os únicos movimentos que consigo gostar mais, embora aqui ou ali ache uma obra interessante de outras correntes e artistas.

   As imagens que remetem a outras dimensões ou ao mundo dos sonhos e que não tenham borrões de tinta me transportam para outro mundo assim como quando vou em alguns museus.

   A linha orgânica presente no desenho de Matisse e nos trabalhos orientais possuem uma delicadeza indescritível!

    Alguns dos Artistas e algumas das telas que gosto
     Recomendo que quem tiver interesse em algum pesquise sobre mais eles e seus trabalhos, pois seria impossível colocar todos os trabalhos de todos os artistas. Outra dica é visitar o museu ou galeria da cidade para conhecer os artistas da região de vocês.

   Sou apaixonada por George de Chirico (lê-se de Quirico) e George Seurat (lê-se Serrá) principalmente pelo quadro "Uma tarde de domingo na Ilha de La Grand Jatte". Existe uma pintora mexicana com uns trabalhos bem ligados aos sonhos e a outras realidades que quando vi fiquei boba. O trabalho dela é muito bom (apesar de usar umas cores sobrias) e ela se chama Remédios Varo. Seu trabalho mistura humanos com animais e elementos da ciência, para saber mais consulte www.honmex.com/eros/varo/gallery.html

    O mesmo posso dizer de Roy Lichtenstein, na arte contemporânea, que me fascinou desde o primeiro contato. Marcelo Grassman com aquelas gravuras em metal expressivissimas, "O Nascimento de Vênus" de Sandro Botticceli (lê-se Botitiele), as xilos da cidade de São Paulo e das sombrinhas de Oswaldo Goeldi, "Farol" de Anita Malfatti, alguns trabalhos incluindo o desenho de Cândidos Portinari, Gregório Gruber e Salvador Dali.

   Em relação a gravura, na verdade, gosto da maioria porque eu já fiz (xilo, metal, serigrafia) e sei o quão é trabalhoso. Falo isso porque a maiorias das gravuras que fiz tiveram problemas de impressão, parte na qual achei mais enjoada.

Obs: Cito na maioria quadros porque é o que eu tenho mais referências o que não faz eu desgostar de outras técnicas ou artistas.

  • Caricaturas/Charge e Ilustração
   Embora esses temas não sejam considerados arte para alguns (isso para as escolas, porque particularmente não vejo diferença) e gosto muito de ver.
    Meu caricaturista predileto é o Adolar que desenha super bem e faz ilustração. Quem quiser ver mais, o site dele onde peguei as imagens é www.adolar.com.br (site oficial)
   Tem também um caricaturista americano chamado Sebastian Kruger que faz umas caricaturas a óleo que sem explicação, você chega a fica até com nojo dos pelos nos rostos das pessoas que ele pinta.
   Engraçado, Caco Galhardo desenha super bem porém eu não consigo ver essa qualidade nos seus personagens "Os Pescoçudos", mas em outras ilustrações ele faz por merecer.
  Existem outros ilustradores também só que estes são os que eu mais gosto.

   Referências de imagens de quadros de artistas citados aqui (Alguns não possuem medidas porque elas não foram encontradas - o que é errado por sinal)

1 - De CHIRICO, Giorgio. "Hector and Andromache", 1917. Oleo sobre tela. Galleria Nazionale d'Arte Moderna, Rome, Italy.


2 - Adolar. Ilustração para livro infantil



3 - HIROSHIGE, Ando. "Suigin Grove and Masaki" ando hiroshige impressão 11 x 14 in ou 27,94 x 35,56 cm

4 - MORITA - "Dance of Crane", gravura 51x71cm (sem moldura), 66x83cm (com moldura)

5 - KRUGER, Sebastian. "Clint Eastwood" 2m x 1,2m acrilico sobre tela, dezembro 2006.


6 - SALVADOR, Dali- "Retrato de Picasso", oleo sobre tela, 54x64 cm.


7 - The Ship (1943)- Salvador Dalí. St. Petersburg, Florida 18 1/4 x 25 1/4 in ou 45,72 cm x 63,5 cm


8 - LICHTENSTEIN, Roy. "SPRAY". 60 x 80 cm
9 - GALHARDO, Caco. "Auto- Retrato em seu atelie"


10  - GALHARDO, Caco. juggles


11 - MALFATTI, Anita - O Farol de Monhegan, 1915, óleo sobre tela, c.i.d. 46,5 x 61 cm, Coleção Gilberto Chateaubriand - MAM RJ


12 - BRECHERET, Victor. "tres graças" 1930 terracota Acervo do MAC,SP


13 - MONET, Claude. "Wate Lilies" 1906 - chicago 87.6x 92.7 cm oleo sobre tela


14 -
MATISSE, Henri. "Senhora Matisse: madras vermelho" (1907), 99x80cm The Barnes Foundation, Merion, Pennsylvania (Estados Unidos)


15 -
BOTTICCELI, Sandro - "Nascimento de Vênus" óleo sobre tela

Informações: Nacimiento de Venus
Autor:Sandro Botticelli
Museo:Galería de los Uffizi
Características:172´5 x 278´5 cm.
Material:Témpera sobre lienzo
Estilo:Renacimiento Italiano


16 -
GRASSMANN, Marcelo. Sem Título - 1955. xilo 35-9 x 50 cm (tam. trabalho) 44,3 x 58,1 cm (papel) acervo itau cultural sp Link: http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=artistas_obras&cd_verbete=2615&cd_idioma=28555


16 - GRASSMANN, Marcelo. Sem Título - s.d. metal 39,1 x 49 cm (gravura) 51,5 x 70,4 cm (papel)


17 -
GOELDI, Oswaldo "Chuva" data aprox.1950 xilogravura em cores 22 cm x 29,5 cm tiragem 2 de 12 proprietario Andre Buck


  18-
GOELDI, Oswaldo "Geleiros" Xilogravura em cores 20 x 27,2 cm Ano 1955 (xilogravura ou xilo é um trabalho feito na madeira onde é tirado pedaços da mesma atraves de ferramentas especificas chamadas goivas para se fazer um desenho. Depois da imagem talhada ou seja pronta é feito tipo um carimbo do trabalho passando-o para um papel ou para outra superficie)

Link em que foi retirado as imagens http://www.oswaldogoeldi.org.br


19 -
VAN GOGH, Vicent. "Noon Rest From Work" (A sesta/depois de Millet), 1890, oleo sobre tela, 73x91 cm Musée d' Orsay, Paris (França)


20 -
VAN GOGH, Vicent. "Church Auvers" (tradução: Igreja de Auvers), 1890,oleo sobre tela, 94x74 cm Musee d'Orsay,Paris França (Detalhe:Van Gogh não desenhava antes, ele já trabalhava diretamente na tela com as tintas)


21-
SEURAT, George -"Banhistas em Asniere" 1883-84, oléo s/ tela, National Gallery, London, UK .


OBS: Seurat fez essas duas telas pintando através de pontos com o pincel e usando apenas as cores: amarelo, azul e vermelho. Com a tela vistas a longa distância esses pontos se juntam criando as outras cores. Por isso, ele foi denominado pontilhistas.


22 - SEURAT, George - "Un Dimanche après-midi à I'lle de la Grande Jatte" (Uma tarde de domingo na Ilha de la Grand Jatte). 1884-1886.oleo s/ tela, 207x308 cm. Art Institute of Chicago, Helen Birch Bartlett Collection.


23-
VARO, Remedios (Artista Surrealista Mexicana) Fenomeno 1962


24 -
VARO, Remedios - CAÇADORA DE ASTROS, 1956 Mista sobre papel 0.48 x 0.34m coleção particular Mexico.


25 -
BELL, Julie (Artista de arte fantastica, aquelas de RPG. Esta artista realiza trabalhos junto com Boris Vallejo, outro artista de presente aqui, por isso seus desenhos sao muito parecidos e as vezes chegam a se confundir) Title uk 561 886 pixels


  26-
BELL, Julie - Dragon Attack 764x525pixels



  27-
VALLEJO, Boris - A Bruxa e sua Familia, litografia, 1989 (Witch and Her Familiar, litho, 22 x 34, Mint from the July 14, 1989 Society of Illustrators of Los Angeles' presentation and discussion with Boris Vallejo held at the Pacific Design Center in Wes

2
8 VALLEJO, Boris


  29-
BEVEER, Julian - (Feito em Madri, Espanha) Este artista faz das ruas suas telas e suas imagem espantam devido ao tamanho realismo Obs: Em algumas imagens aparecem caixas de pastel seco se ele usar mesmo este material os trabalhos entao duram pouco tempo pois o material é como giz, sai facil. Para ver mais visite o site oficial http://users.skynet.be/J.Beever/


30
BEVEER, Julian (Estas duas imagens são as mesmas: a primeira mostra o trabalho visto do angulo errado e a segunda é vista do lado correto)


 
  Música e Teatro:
    A música está presente nas minhas animações e nos desenhos animados que tanto gosto, isso me despertou o interesse pela mesma.

Meu gosto de músicas: 

 A grande maioria de Instrumentais mais tribais (ex:Uakit, indianas), que remetem aos castelo/medieval, New Ages. Estes são os estilos de músicas que mais me atraem, entretanto, eu gosto de todos os estilos (exceto gospel e sertanejo), não de todas as músicas. As vezes, uma canção pode ter algumas partes mais interessantes do que o próprio conjunto. Ex: Uma boa letra, ritmo, se tirar a voz do cantor.

   
No teatro os melhores estilos são os faz de contas/fábulas teatro de marionetes e de sombras.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...