Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

PEQUENO RESUMO SOBRE ARTE RESTAURAÇÃO

(Assunto ainda pensado naquela longa viagem de 14 h)

  •      Alguem sabe como surgiram as primeiras coleções de Museus? 
    Para quem nao sabe surgiu a partir do ato mais temido por ela hoje o roubo. Pois é, isso mesmo, antigamente nao existia a politica de preservação que os paises possuem hoje e foi assim que os museus famosos da Europa conseguiram adquirir suas tão cobiçadas coleções: trazendo as novidades dos outros paises para serem conhecidas pelos seus habitantes formando os chamados gabinetes de curiosidades (figura ao lado) que eram restritos aos convidados dos reis, ou seja, as pessoas de posse.
    Estou falando isso para começar a descrever alguns fatos que aconteceram para se chegar a restauração que hoje é praticada.

    A evolução da arte foi assim... 
    Antigamente trabalhos eram feitos com o resto dos destroços de outros. Isso acontecia quando um país colonizava o outro ou quando a visao do que é arte mudava.
   As coleções surgiram dos saques praticados antigamente pelos povos antigos que conquistavam outros países. Tambem ocorriam as modificações de trabalhos ja prontos (como no poder em que  sempre um governante muda o que o outro fez porque acha o seu gosto melhor). Eram acrescentadas partes de como acreditavam que o trabalho fosse ou faziam modificações a pedido de alguem ou do pensamento da epoca.

    Ex: A igreja mandou tampar todos os orgaos genitais das figuras da capela Sistina pois achavam aquilo indecente. Muitos artistas se tornaram restauradores, pois como achavam que sabiam pintar podiam também restaurar.
    Então finalmente na Segunda Guerra Mundial quando a Europa foi completamente desolada é que tomou-se consciência de preservar e manter o que ainda restava e criou-se a noção de patrimônio e em seguida a conservação e a restauração.
     Falar em restauração é tão polemico quanto arte, pois como há a subjetividade cada um vai restaurar do jeito que pensa. Existe ate a discursao no ramo se a arte é Cientifica (pois ela exige comprovação dos métodos realizados) ou se há criatividade no seu fazer?

    O ato de restaurar é caro e poucos falam como e quanto cobrar. Muitas vezes é gasto um grande tempo restaurando para que no final a peça restaurada volte com a aparencia de nem ter sido mexida e isso frustra quem vê. Há correntes que acreditam que ao restaurar deve se fazer o uso de matérias diferentes do original porem se pareça com ele para que somente especializados identifiquem o que foi restaurado. 

   Muitos falam em evitar o achismo/invensionismo (imaginar o que artista podia ter feito em determinada parte no caso de áreas faltantes) e do processo de mínima intervenção, ou seja, deixar o maximo do original da peça (Contudo o que mede esta mínima intervenção?) A peça não deve parecer nova como a comprada na loja. Porem deve ser pensada qual é a funcionalidade da peça: se é uma peça museal (apenas ajustaria as partes q estão mais precárias), de devoção/de igreja (exige uma restauração maior). Em alguns países, acha-se que se deve conservar a patina da peça - esta patina no caso é uma camada escurecida que é formada no decorrer do tempo na peça que a deixa com aparência envelhecida - já em outros países, acham que esta patina deve ser retirada para manter a peça um pouco mais nova. Já existem pessoas que se acham restauradores e pintam as peças ou fazem ajustes da forma lhes convém.

   Ex: na nossa escola já apareceu Santa que foi queimada e como não sabiam como eram a vestiram de bolinhas (Existe santa assim???) 
 
    Como novas técnicas e novos materiais são descobertos a cada dia prega-se a técnica da reversibilidade (voltar e retirar), pois caso a peças necessitar de uma nova restauração e existir um novo material para determinada função o antigo pode ser substituído facilmente. E ai como será realmente a restauração.
 
   Agora vem o mais contraditorio, muitos dos antiquários e dos restauradores de arte entram nesta função para poderem roubar e vender arte;olha que bonito. Você manda restaurar algo e se o restaurador achar que compensa te furta a peça e ganha com ela ou vai em um antiquário comprar arte e pode ser que compre uma peça que seja procurada em outro lugar. Já parou para pensar nisso?!
   (Veja matéria do Yahoo sobre roubo de arte: Arte sacra vira lucro) É por isso que quando se restaura peça deve se fazer tudo com cautela, pois atelier são alvos visados e não se acha fácil anúncios sobre restauração.
                         Ate mais

*Proximo artigo: Frases sobre arte ditas por famosos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...