Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 12 de setembro de 2017

CRONOLOGIA DA ARTE

Boa Tarde, apos muito tempo sem publicar continuamente na terça,(inclusive se tiverem sugestão de assunto, estamos ai porque aqui a inspiração esta pequena), hoje volto com uma publicação: cronologia ou linha do tempo na arte. Um lado de bom de dar aula é o lado pesquisador que te inspira a pesquisar, descobrir coisas novas, etc. E nisso, procurando maneiras de melhorar o aprendizado da arte, encontrei vários esquemas de linha do tempo da arte que achei bem legal. Aqui estão alguns deles (alguns modificados):


  •  Desenhos sobre movimentos Artísticos:






       




  • As linhas do tempo que resumem a historia da arte: 
 ERA Pre Historia - Era Pre clássica (antiguidade e idade media)-  Era Clássica que foi incentivada pela perspectiva -  Era Moderna por causa das guerras que devastaram a Europa e a influencia do surgimento da fotografia os artistas vão buscar influencias externas. As mascaras possibilitaram o surgimento do Cubismo Fovismo e Futurismo), a simplificação e expressão das formas  - Era Contemporânea o artista deixa de ter uma classificação (pintor, escultor desenhista) e passa a ser o artista.










Outros movimentos surgidos no pós anos 60 alem da
 Pop e OP arte: performance, instalação. A arte se aproxima mais da vida havendo um maior contato entre arte e publico.

Vendo estas imagens que estao disponiveis na internet, o conteúdo do ENEM e os meus conhecimentos adquiridos na faculdade, pude montar a minha própria linha da arte claro respeitando esses acontecimentos.   

Era
     Pré-história      
Característica: Não existia a escrita
Se dividiu em 2 períodos 


Paleolítico                                       Neolítico
 (Pedra Lascada)                              (Pedra Polida)
                         Representaçao apenas de animais                     Surge a figura do homem
                              em aparencia real                                    As imagens são mais abstratas
                                                                                                 e há o desenho geométrico

Antiguidade ou Pré-Clássica
Surgimento da escrita
letramento através da imagem

Periodos: Gotico (vitral), Bizantino (mosaico), arte grega 


Arte Clássica (1500-1899)
Descobrimento da perspectiva na Arte



Renascimento                                      Barroco                                 Rococó

       Representantes: 4 tartarugas ninja (associação para lembrar)
   Leonardo, Donatello, Michelangelo e Rafael



Arte Moderna (180...-195...)
Revolução Industrial

Descobrimento da Fotografia                        Período das Grandes Guerras             
(Possibilitando conhecimento da cor)       (Com a Europa devastada houve a possibilidade de olhar                                                                        para os outros povos: África, China)
           Impressionismo                                 Houve a influencia da   Mascara que favoreceu o                                                                                  surgimento destas 3 principais escolas:

                                                                     Expressionismo Fovismo Cubismo
                                                                          alem dos outros ismos
 
                                                        Apropriação Colagem surgiram no Cubismo



1960
Arte contemporânea

(Evolução dos meios de comunicação de massa)
O artista se torna mais livre, passando por varias técnicas deixando de ser conhecido por pintor ou escultor passando a ser apenas artista.

Pop Arte     Arte Abstrata      Arte conceitual   Performance  Instalação  Vídeo






terça-feira, 9 de maio de 2017

Sobre o dar aulas de arte na escola

    Boa tarde caros leitores, 
   Após um longo período sem publicar nada, resolvi escrever aqui sobre o dar aulas de arte em escola de ensino fundamental e médio.
   Há cinco meses, comecei a dar aulas de arte em uma escola estadual. Sabia que dar aulas de artes em escola era difícil mas não sabia que era tanto. Quando você está começa a fazer parte do ambiente é que se percebe melhor o que é estar lá. 
   Ninguém fala, mas no ambiente escolar você passa por poucas e boas e precisa aguentar para no outro dia começar tudo novamente. Quando se da aulas e ou monitorias artísticas em locais específicos de arte é outra historia, isso te motiva muito mais. Já na escola fundamental e médio geralmente você leciona para salas lotadas nas quais muitas vezes não tem espaço para guardar os trabalhos, isso quando não falta sala adequada para a aula, material ou espaço para trabalhar. 45 a 50 minutos pode parecer muito porem quando se tem que fazer chamada, distribuir material e guarda-lo, os minutos passam voando; não para o aluno claro, pois geralmente para ele, aquele tempo é uma tortura.
   As aulas de arte são geralmente 1 por semana e avaliadas em conceitos (que não reprovam) dando motivo para o aluno priorizar as outras disciplinas já que não se consegue entender o porquê das artes na escola que deveriam ser apenas desenhos e brincadeira na escola. Se valer nota como avaliar sendo que cada um tem seu conhecimento, suas dificuldades motoras e estão em níveis diferentes. 
   O que sei é que nem sempre se da para ensinar artes de maneira adequada em 50 min 1 vez por semana isso quando sua aula não é cedida para outra matéria avaliativa. Poucos alunos tem o interesse no que se é passado. E as vezes me questiono mesmo sabendo da sua importância, seu porque em sala de aula sendo que poucos na escola conseguem ver seu valor. Se dar aula de disciplinas teóricas já é um pouco difícil (O que se ouve entre os) imagina uma teórico pratica?
  Posso ate parecer que estou desmerecendo meu curso, pelo contrario, é por valorizar e gostar dele muito é que me questiono de as vezes as pessoas não verem este valor. Não são todos que gostam da arte e que tem acesso a ela, mas quando tem as vezes acaba havendo de alguém um menosprezo.
   Se tem algum professor de arte que quiser comentar também suas experiencias, sejam elas boas ou não, podem falar!!
      O que sei é que estou aprendendo muito (tanto pontos bons como pontos ruins) sobre este universo artístico escolar que muitas vezes é omitido a nós...(A gente so mostra os resultados legais né - o lado lindo- do trabalho).



  Multiplica esta menina e esta bagunça por 30 para um so professor heim?!

terça-feira, 4 de outubro de 2016

COMO DESENVOLVER SUA PERSONALIDADE ARTISTICA

Esta é uma duvida muito comum no campo artistico pois ao mesmo tempo que buscamos referencia de varios exemplos temos que criar nossa propria identidade e isso nao é tao facil ate porque acabamos absorvendo e sendo influenciados por aquilo que observamos nao tem como passar em branco, somos reflexo das nossas pesquisas e afetaçoes.

Como desenvolver sua personalidade artística

    É muito raro alguém já iniciar sua carreira artística tendo certeza sobre qual o seu melhor estilo de produção.
    Mas o maior segredo para você desenvolver a sua personalidade (ou identidade) artística é: produzir, produzir e produzir.
    Isso quer dizer que, antes de você descobrir qual é a sua personalidade artística, você precisa experimentar todas as formas de expressar a sua arte, seja ela fotografia, vídeo, desenho, artes plásticas, música, etc. Produza, faça, invente, bote a mão na massa. Não tenha medo de testar, experimentar.
    Na verdade, experimentar todos os estilos é bastante saudável tanto para o seu aprendizado quanto para você sentir qual deles tem mais receptividade pelo público.
Se você está começando agora, não se preocupe muito com estilos. Busque se inspirar nos artistas que você mais gosta, que lhe servem de inspiração, e produza bastante. Por enquanto, não pense. Faça!
     Assim como um atleta, que precisa treinar todos os dias, ao longo de muitos anos, você também precisa treinar o seu olhar, as suas ferramentas, as suas motivações e inspirações.    Depois, com o tempo você vai começar a notar que determinado estilo lhe traz mais benefícios, reconhecimento ou simplesmente acelera mais o seu coração.
    São essas informações (feedback) que lhe ajudarão a formar a sua identidade artística. Claro que será preciso ter um pouco de paciência e perseverança. Mas isso tudo pode ser prazeroso, pois você fará muitas descobertas durante o processo. E mesmo assim, depois de descobrir a sua identidade, você não precisa se prender a ela. O mundo é muito dinâmico e está em constante movimento. Todos nós estamos em constante movimento. Por isso, o seu estilo de hoje pode não ser mais interessante amanhã. Basta ficar atento ao retorno que recebe do seu público e àquilo que acelera o seu coração.
William Riga
William Riga é videomaker, fotógrafo, escritor e editor do portal Popmídia Talentos: www.popmidia.com.br 

Twitter: @WilliamRiga – Email: info@popmidia.com.br


Fonte http://www.popmidia.com.br/talentos/como-desenvolver-sua-personalidade-artistica/

terça-feira, 16 de agosto de 2016

TREINANDO UM OLHAR CRIATIVO

   A Postagem de hoje foi tirada de um site de artesanato e tem tudo a ver com a percepção. A forma de olhar para os objetos vai dizer muito sobre sua forma de expressao. Por isso saia fora do convencional expanda seu horizontes e tente ver outras possibilidades alem do que o objeto ja tem para assim aprimorar sua arte que é isso, despertar para o novo, e mais alem

Treinando um olhar criativo sobre o caixote

Treinando um olhar criativo e sem pré conceitos. Essa é a grande pergunta: você consegue olhar um objeto e enxergá-lo com os olhos da criatividade?
E mais que isso: se você não gostar de jeito nenhum, você consegue respeitar o gosto do outro ou lasca logo de cara um “uiiiii, que horror!!!”
Tá puxado? Ahhhhhh!!! Quero te instigar a se questionar em assuntos que tem cada vez mais a ver com os hábitos contemporâneos como por exemplo o reuso ou a reciclagem.
Consumo consciente é totalmente in, é de bom gosto, é inteligente. Restaurar, reusar, renovar são opções cada vez mais elegantes e eu quero ver você pensando sobre isso naturalmente, sem ser apenas induzida(o) pelos modismos.
Você consegue olhar para essa caixa de madeira e enxergar nela potencial para um arranjo? Ou a veria apenas como uma caixa boa pra se jogar fora.
Mas se é pra jogar fora porque fica tão linda naquela revista chique?
Muito além dos truques fotográficos que fazem coisas bobas parecerem especiais, não seria interessante exercitarmos o nosso olhar?
Olhar criativo sobre uma gaveta usada
Quem sabe uma mão de tinta ou uma composição com um belo tecido possam mesmo transformar o trivial em algo elegante.
Podemos culpar nossa falta de habilidade artesanal por cultivar desdém à alguns projetos, ou com bom gosto encontrar quem transforme uma ideia em algo valoroso.
Olhe a gaveta sem uso renovando um pequeno espaço aconchegante.
Um pouco de bom humor atrai mil vezes mais alegria e acolhimento para uma casa.
Estamos dando valor ao que merece de verdade?
Só mais uma dica elegante: se você detesta o estilo, lembre de guardar a opinião até que ela seja pedida.
É tão feio ver pessoas fazendo comentários grosseiros sem que tenham sido solicitadas. Né não?
Só um esforço por mais gentileza no mundo virtual

terça-feira, 9 de agosto de 2016

A IMPORTANCIA DO DESENHO E DA PINTURA PARA A CRIANÇA



A importância do desenho e da pintura para a criança

desenho-e-pintura

Toda criança desenha. É algo que ela aprende por imitação, vendo os adultos escreverem, entendendo que é um meio de comunicar-se com o mundo. Seja com lápis, caneta, giz ou qualquer coisa que risque, o desenho captura a atenção dos pequenos e torna-se, então, um modo de expressão.
A arte e a comunicação da primeira infância
Além de ser uma forma da criança dialogar com o mundo ao redor, o desenho e a pintura são a melhor maneira de entender como ela vê esse entorno. Formas, cores, amplitude, liberdade (ou a falta dela) ao expressar-se, tudo pode mostrar a visão que a criança dos círculos sociais em que está inserida.
Das garatujas, como são chamados os primeiros rabiscos das crianças, até o desenho figurativo, que ocorre por volta dos 4 anos, tudo tem significado. Peça a uma criança para desenhar e explicar o desenho e você sempre se surpreenderá – ali, geralmente, está uma visão complexa e cheia de vida de uma situação.
IMG_3161 Kindergarten painting at the Honolulu Waldorf School photo by Van James
                                                     Imagem: Van James
Porém, apenas olhos atentos e que estejam dispostos a incentivar essa expressão entenderão essa importância. Mas como atuar sem interferir e ajudar no desenvolvimento de seus filhos?
(Quase) tudo é permitido
Propicie um espaço para o desenho livre, para as artes. Promova essa atividade com materiais interessantes, lúdicos, próprios para cada idade. Dê preferência a materiais naturais, gizes de cera, reaproveite papéis, permita que eles desenhem em locais inusitados, separe uma parede da casa que possa ser riscada, mesmo que seja com algum tipo de tinta, como o giz, que possa ser retirada depois.
Faça do momento da pintura uma diversão! Nós separamos algumas ideias de materiais especiais para a infância, com todos os atributos que consideramos essenciais: segurança, ludicidade e criatividade. Veja aqui.
A criança se expressa pelo desenho e pela pintura e, portanto, nessa aventura não há certo nem errado. Cada criança terá um estilo, um modo de conversar por meio dos riscos e rabiscos. O ideal é que possam fazer isso livremente, sem interferência, para sentirem-se seguras de que podem “falar” o que sentem e pensam sem serem cobradas ou julgadas por isso.
Lembre-se de que esse momento é uma preparação para o aprendizado que a criança terá depois, inclusive o escolar. Quanto mais ela estiver familiarizada com o expressar-se por meio da arte, mais facilmente trabalhará atributos como percepção, criatividade, que vão interferir diretamente no momento da alfabetização.

Fonte: http://mundowaldorf.com.br/a-importancia-do-desenho-e-da-pintura-para-a-crianca/

Proxima Postagem 16/08 Olhar Criativo

Pesquisar este blog

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...