Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 14 de outubro de 2014

O PATRIMONIO CULTURAL E A CULINARIA LOCAL

  No final do texto citarei outros exemplos de patrimônio imarerial

O Patrimônio Cultural e a Culinária Local, por Blog História Hoje

Divulgação/Internet/Blog História Hoje
                
                                Divulgação/Internet/Blog História Hoje

    Normalmente, quando falamos de preservação patrimonial usamos como exemplos monumentos tombados ou em ameaçados. Destacamos o fato de que a memória está presente no patrimônio material e esquecemos de uma outra coisa fundamental, que talvez seja até mais fácil de ser preservada, mas que igualmente corre o risco de desaparecer: o patrimônio imaterial.

    Patrimônio imaterial “refere-se aos produtos das inteirações humanas que não podem ser tocados, ou seja, aqueles que são intangíveis. Diferentemente da cultura material, que possui uma face concreta, a cultura imaterial em geral não pode ser guardada na íntegra e não pode ser restaurada.” (FIGUEIRA, MIRANDA, 2012: 129).

    Ele é ainda mais rico, mais diversificado, presente nas festas, nas celebrações, nos saberes que fazem parte de nossa formação cultural. Tal como a preservação do patrimônio material, o patrimônio imaterial tem funções culturais, sociais e até históricas. Ele pode ser a marca de uma comunidade, ser um aspecto um aspecto importante da sua identidade coletiva.

    Pensando em termos gerais, como podemos despertar o interesse por esse patrimônio? Acredito que podemos fazer isso usando elementos da cultura imaterial local, coisas simples, mas carregadas de significado, como a culinária, por exemplo. Pois é a culinária local também é patrimônio cultural, ela guarda em sua forma de preparo o “fazer” de um povo, aquilo que o move, representando hábitos e costumes de uma comunidade.
    
  A importância da gastronomia como patrimônio cultural, no turismo baiano. TURyDES, Vol 1, Nº 2 (marzo / março 2008). Disponível em http://www.eumed.net/rev/turydes/02/sbb.htm, acesso em 28de “Através da alimentação, é possível visualizar e sentir tradições que não são ditas. A alimentação é também memória, opera muito fortemente no imaginário de cada pessoa, e está associada aos sentidos: odor, a visão, o sabor e até a audição. Destaca as diferenças, as semelhanças, as crenças e a classe social a que se pertence, por carregar as marcas da cultura.” (BARROCO, 2008).

    Um exemplo de patrimônio imaterial reconhecido é o nosso “queijo minas”, considerado o maior produto da gastronomia Mineira. No ano de 2002, o queijo de minas do serro foi reconhecido pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (IEPHA), como “Patrimônio Imaterial”. Mais tarde o Instituto Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN), o classificou como “Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro”.  É parte de uma riqueza do estado, que com o tempo se tornou um produto consumido nacionalmente.
   
    Pense, professor, nas possibilidade que estudar o patrimônio imaterial pode trazer para as aulas e para a prática social dos seus alunos. Você pode trabalhar músicas, celebrações, festas tradicionais, jogos, brincadeiras, práticas religiosas. Pode até usar a gastronomia como objeto de estudo. Sobre essa última, temos algumas sugestões para um projeto que pode ser aplicado em todos os níveis do ensino.

    A proposta é bem simples. Vamos explorar os costumes da nossa localidade e transformá-los em um trabalho de educação patrimonial e preservação.  Na escola, procure saber de seus alunos se existe uma receita de família, uma comidinha que sua mãe aprendeu com sua avó, que por sua vez aprendeu com a mãe dela. Cada receita acompanhada de uma pequena entrevista, quem sabe uma foto.

   E que tal encerrar este trabalho com uma refeição típica, com as receitas colhidas pelos alunos e/ou discutidas em sala de aula? Imagine a riqueza do material final.  Mas não imagine apenas. Faça e divulgue os resultados.
  
    A experiência na sua escola pode fazer diferença e sensibilizar os órgão responsáveis pelo patrimônio cultural da sua cidade. O patrimônio imaterial corre tanto risco de desaparecer quanto o patrimônio material, mas sua preservação pode ser igualmente estimulada pela escola, com atividades simples mas significativas.

   Fontes utilizadas
BARROCO, Lize Maria Soares , BARROCO, Helio Estrela .
ago. de 2014.
FIGUEIRA, Cristina Reis, MIRANDA, Lílian Lisboa. Educação patrimonial no ensino de História nos anos finais do Ensino Fundamental: conceitos e práticas. – São Paulo: Edições SM, 2012.
Fonte: História Hoje

Minhas Considerações:

Antes, tinha muita dificuldade de entender o que era patrimônio imaterial porque sempre havia um registro material porem mais tarde descobri que o registro é parte dele e não conseguimos registrar todas as emoções que estes objetos rituais despertam. Exemplo de outros patrimônios e em seguida explicarei porque. Missas, shows, culinária, feiras livres. danças. Mas como são imateriais se podemos ver uma dança ou visitar uma missa. Eles são imateriais porque somente existem enquanto você estiver presente vivendo o momento. Pois as receitas, você pode pegar varias iguais escritas bonitinhas porem mesmo seguindo os passos pode ser que alguem erre alguma etapa ou aprimore e o resultado sai diferente. Um show, missa, ritual: você pode tirar a foto ou gravar porem o registro não consegue captar tudo que você presenciou e sentiu e olhando terá apenas a lembrança do momento e sua visão.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...