Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 6 de agosto de 2013

CLASSIFICAÇÃO DAS ARTES

  O texto de hoje será sobre a classificação das artes. Primeiro 7 delas foram classificadas e com o passar do tempo novas formas foram criadas e adicionadas a lista e como este é um blog de artes nada melhor do que apresentar esta lista aos leitores. Tentei pesquisar outras fontes que nao seja wikipedia porem todas as listas sao originarias dela, entao...

Numeração das artes

    A numeração das artes refere-se ao hábito de estabelecer números para designar determinadas manifestações artísticas.

   O termo “sétima arte”, usado para designar o cinema, foi estabelecido por Ricciotto Canudo no “Manifesto das Sete Artes” [1], em 1912 (publicado apenas em 1923).
Posteriormente, foram propostas outras formas de arte, umas mais ao menos consensuais, outras que foram prontamente aceites como o caso da 9ª Arte, que hoje em dia é uma expressão tão utilizada para designar a “banda desenhada[2], como o é 7ª arte para o cinema.

   Em 1912, o intelectual italiano Ricciotto Canudo, propôs no seu Manifesto das Sete Artes e Estética da Sétima Arte que o cinema fosse considerado como a sétima arte[1], aumentando a lista precedente de Hegel[2]. O manifesto foi publicado posteriormente em 1923 apresentando a seguinte listagem das artes:
   Segundo esse Manifesto, o teatro não aparece na lista, como uma forma independente de arte, pois o mesmo combina diversas linguagens artísticas existentes.

   Presentemente, a numeração das artes mais consensual, sendo no entanto apenas indicativa, em que cada uma das artes é caracterizada pelos elementos básicos que formatam a sua linguagem foram classificadas da seguinte forma:
  • 1ª Arte – Música (som);
  • 2ª Arte – Dança/Coreografia (movimento);
  • 3ª Arte – Pintura (cor);
  • 4ª Arte – Escultura (volume);
  • 5ª Arte – Teatro (representação);
  • 6ª Arte – Literatura (palavra);
  • 7ª Arte – Cinema (integra os elementos das artes anteriores mais a 8ª e no cinema de animação a 9ª).
  Outras formas expressivas também consideradas artes foram posteriores adicionadas à numeração proposta pelo manifesto [nota 1][3][4][5]:
Outras numerações, não tão consensuais, propõem o seguinte:
  1. Pintura;
  2. Escultura;
  3. Arquitetura;
  4. Dança;
  5. Musica;
  6. Literatura;
  7. Cinema;
  8. Televisão;
  9. Banda desenhada;
  10. Jogos de Vídeo ou modelismo ferroviário;
  11. Multimédia ou arte digital.
Numeração muito menos utilizada
  1. Arquitetura;
  2. Escultura;
  3. Pintura;
  4. Música;
  5. Poesia;
  6. Dança, mímica, teatro e circo;
  7. Cinema;
  8. Rádio, televisão e fotografia ou agrupados em “media arts”;
  9. Banda desenhada;
  10. Arte digital ou RPG ou jogos de vídeo ou modelismo ferroviário (e por extensão modelismo de uma forma geral);
  11. Culinária ou arte gráfica.
  • Notas
  1. ↑ É preciso clarificar, que quando se fala em numeração proposta pelo manifesto, está-se a referir aos números utilizados e não à sequência ou ao tipo de artes na listagem.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...