Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 9 de outubro de 2012

O PATRIMONIO HISTORICO

O Patrimônio Histórico

by Silvana Losekann • 1 de setembro de 2012 

Por Marco A. Camarano*

O maior patrimônio existente no planeta é a própria humanidade que herdou todos os bens naturais, materiais e intangíveis (nao palpaveis).

   Cabe a ele, ao homem, a guarda e a preservação desses bens que, sendo as características de um povo, o agrega e o  distingue. Incluído nisso estão todos os bens móveis, imóveis e naturais. Nossa função seria cuidar desses bens edificados (deixados pelas gerações passadas) e dos naturais, que também são menosprezados pela população e muitas vezes alvos de depredação.

   No mês de agosto comemorou-se o Dia do Patrimônio Histórico, dia 17. Na verdade não foi uma comemoração, já que apenas algumas pessoas e entidades se lembraram. Foi muito importante a iniciativa do Instituto Estrada Real e da Federação das Indústrias do Estado (Fiemg) de Minas Gerais, que ofereceram à cidade o mobiliário urbano com lixeiras, bancos, abrigos de ônibus e sinalização, que, diga-se de passagem, de tão bem integrados à paisagem, não a agridem. Esse projeto respeitou os pressupostos normativos nos âmbitos estadual, federal e internacional e seguiu as orientações do Guia do Mobiliário Urbano das Cidades Históricas mineiras, editado pelo Sebrae/MG.

   Mas houve problemas relativos à adequação dos materiais e implementação do projeto, que estão sendo resolvidos, felizmente. Outras cidades históricas também querem implementar o mesmo projeto, que precisa ser aperfeiçoado.

   Lamentavelmente, o dia 17 de agosto não trouxe nenhuma reflexão mais aprofundada sobre o patrimônio. Numa cidade como São João del-Rei – que embora bastante descaracterizada ainda possui  bens  edificados de uma beleza ímpar e bens imateriais únicos no país, e talvez no mundo – de alguma forma  algo mais  contundente deveria ter acontecido.

   Porém, numa atitude bem sucedida, o Ministério Público de Minas Gerais criou o decreto de despoluição do Centro Histórico e das fachadas das lojas do centro da cidade. Com o apoio do Conselho Municipal do Patrimônio, cuja atuação merece os maiores elogios, a iniciativa tornou o visual da cidade mais leve e agradável, deixando entrever as fachadas até então encobertas por placas gigantescas ou por várias placas. Não é o tamanho delas ou a cores agressivas das frentes das lojas que vão atrair os clientes e sim os preços honestos e o atendimento.


Fonte: http://www.defender.org.br/o-patrimonio-historico/

  Em minha opiniao, ainda nao aprendemos a ter toda esta consiencia sobre a valoração do patrimonio, pois muitos preferem destruir imoveis as escondidas antes deles serem tombados pois o proprietario nao quer arcar com os custos. 
  Nos pessoas comuns desconhecemos que podemos pedir o tombamento de uma area e poucos sabem as regras que devem ter com os monumentos historicos. Ex evitar descaracterizar tanto o proprio imovel como seu entorno. Imagina essa regra em um lugar que possui uma casa antiga e o local acaba sendo tomado pelos predios, o entorno ai ja foi embora e que empresario construtor vai pensa neste entorno, ele quer é fazer seus predios mesmo.
    Esta consientização devia ser dada desde a infancia porem perdemos muita coisa quando nao valoramos nossos bens e memorias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...