Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 17 de julho de 2012

A ARTE É INDIVIDUO E NAO COLETIVIDADE

   A partir de hoje, resolvi pegar alguns textos de grandes nomes de personalidades que tratam sobre arte e que estao no site o citador para poder discuti-los e ver as diferentes opinioes sobre aqueles que viveram exclusivamente da arte. Nao pretendo desvaloriza-los apenas comenta-los e nao ficar apenas em textos sobre o que é restauração, arte-educação ou assuntos do genero. 

    O texto a seguir, se olharmos superficialmente ele é bem polemico e agressivo porem se pensarmos profundamente ele tem algo de verdadeiro... E tambem porque devemos ver todos os lados de um mesmo assunto né

 

    Vamos a ele...

Thomas Mann      Thomas Mann Alemanha       1875 // 1955 

    A Arte é Indivíduo, não Coletividade. Arte é espírito, e o espírito não precisa, em absoluto, de se sentir obrigado a servir a sociedade, a coletividade. A meu ver, não tem direito a fazê-lo, devido à sua liberdade e à sua nobreza. Uma arte que «se mete com o povo», fazendo suas as necessidades das massas,(...) cai na miséria. Prescrever-lhe isso como um dever, admitindo-se, talvez, por razões políticas, unicamente uma arte que (todos) possam compreender, é mesmo o cúmulo da grosseria e equivale a assassinar o espírito. Este - eis a minha firme convicção - pode empreender os mais audaciosos, os mais incontidos avanços, as tentativas e pesquisas menos acessíveis às multidões, e todavia ter a certeza de servir, de um modo elevado, indiretamente o homem, e à la longue até os homens.

Thomas Mann, in "Doutor Fausto".
fonte: http://www.citador.pt/textos/a-arte-e-individuo-nao-colectividade-thomas-mann
 
Minha analise: 
     Se formos pensar, nem todo mundo admite gostar de arte e nao ve sentido na mesma. Pensando por este lado, se uma pessoa nao te valoriza para que voce vai querer tentar agrada-la, se as pessoas começarem a fazer arte porque gostam e sentem prazer no que fazem sem querer agradar a todos pode em seu ato demostrar tanto prazer que o seu trabalho acaba tocando ate o mais insensivel. É isso que o texto quer dizer, primeiro a arte deve vir de uma necessidade interna e se ela estiver de acordo com quem fez, nao for forçada e sim espontanea ela vai ser grande.
   Ao meu ver arte tinha que natural a todos e deve ser por pensar assim acabamos comentendo o erro grave de querer agradar a todos, democratizando a arte , mas tambem tem o lado da sobrevivencia de quem esolhe a arte como meio de vida e dai como fica a situção? Agora olhando por este texto, o que ele diz é que a arte deve ser desprentenciosa e somente assim ela sera verdadeira.
   Este pensamento ao meu ver é validp apenas para no ato do fazer pois depois que o trabalho é exposto ele deixa de se submeter apenas ao olhar do artista para ser do coletivo entao concordo em parte com o que foi escrito.

Proxima postagem: 24/07 Criatividade
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...