Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

quarta-feira, 7 de maio de 2014

FANATISMO: O que fazemos para ter uma simples foto de arte/patrimonio

    O assunto de hoje envolve duas duplas de assuntos: arte/patrimônio e conservação/restauro e os absurdos que vemos e escutamos por ai, por causa da vontade de registrar ou de se estar perto de algo admirado. 
FANATISMO: O que fazemos para ter uma simples foto de arte/patrimônio

   Bem, neste ultimo grande feriado, conversando com uma amiga que trabalha como guia dentro de um prédio histórico, ela me contou cada coisa que as pessoas estavam fazendo apenas para tirar fotos do interior deste prédio (o que era proibido). Apesar de todos os avisos ilustrativos de uma maquininha com o circulo de proibido, pessoas aproveitavam da quantidade de gente para fotografar mesmo com o celular e ao serem abordados empurravam os monitores, gritavam e faziam um fuzuê dizendo que celular era de uso privado pois não podiam mostrar o conteúdo. Mesmo avisando a todos, os guias tiveram que ate chamar guarda municipal para resolver o caso e proibir gente mascando chiclete pois crianças depois de masca-los os pregavam nos bancos e mobiliário.  
   Outro exemplo, é o casal de turistas em santos que picharam um monumento. Sorte que neste caso, a população os castigou fazendo o mesmo pichando-os
   Que conclusão tiro disso tudo? Que estamos ficando muito egoístas, querendo ter ali nosso premio de imediato e não pensando na conservação e nos futuros possíveis visitantes, eu quero e tiro minha foto, depredo o patrimônio não me importando o resto já que consegui o que queria mesmo.
   Então gente, vamos respeitar mais nossa arte. Vamos agir como se fossem nosso e que é nosso mesmo que não pareça.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...