Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 22 de maio de 2012

CODIGO DE ETICA DO RESTAURADOR


 
    
Olá pessoal,

A postagem de hoje é para todos conhecerem um pouco sobre o codigo de etica do restaurador, aqui esta presente apenas a introdução. O codigo é importante porque dita a postura que este profissional deve tomar diante:
  •    Obra
  •    pesquisa
  •   do contratante
  •   do publico 
  •  dos colegas de profissao

É interessante para todos saberem/terem uma ideia dos procedimentos que devem ser tomados, pois restaurar não é apenas pegar um pincel e ir "consertando tudo", assim como conservação que nao é apenas olhar e medir as olhas, há todo um processo de cuidado e pesquisa com o que esta sendo trabalhado. 


CÓDIGO DE ÉTICA DO CONSERVADOR-RESTAURADOR 
Indice

1.         Relação com os bens culturais
2.         Pesquisa e documentação
3.         Relação com proprietário ou responsável legal
4.         Relação com o público
5.         Relação com colegas e com a profissão


INTRODUÇÃO
           
     Conservar e restaurar obras do patrimônio histórico, artístico e cultural é uma profissão que requer de quem a ela se dedica extensa cultura, treinamento e aptidões especiais.
    Aos cuidados destes profissionais são entregues bens culturais que constituem herança material e cultural da sociedade. Por bens culturais entendemos aqueles objetos a que a sociedade atribui particular valor artístico, histórico, documental, estético, científico, espiritual ou religioso. A sociedade atribui ao conservador-restaurador o cuidado destes bens, o que exige grande senso de responsabilidade moral, além da responsabilidade em relação ao proprietário ou responsável legal, a seus colegas e a seus supervisores, à sua profissão, ao público e à posteridade.
    Entendemos preservação de modo abrangente, compreendendo todas as ações que visam retardar a deterioração e possibilitar o pleno uso dos bens culturais. Conservação-restauração seria o conjunto de práticas específicas, destinadas a estabilizar o bem cultural sob a forma física em que se encontra, ou, no máximo, recuperando os elementos que o tornem compreensível e utilizável, caso tenha deixado de sê-lo. Por conservação preventiva designamos o conjunto de ações não-interventivas que visam prevenir e/ou retardar os danos sofridos, minimizando o processo de degradação dos bens culturais.
   O papel fundamental do conservador-restaurador é a preservação dos bens culturais para benefício da atual geração e das gerações futuras. Para tal, este profissional realiza diagnóstico, tratamentos de conservação e restauração dos bens culturais, a respectiva documentação de todos os procedimentos, além do estabelecimento de atividades referentes à conservação preventiva.
        É ainda da competência do conservador-restaurador:
  •   Desenvolver programas de inspeção e ações de conservação e restauro.
  •   Emitir pareceres técnicos e dar assistência técnica para a conservação e restauro dos  bens culturais.
  •   Realizar pesquisas sobre a conservação e restauro. (materiais e métodos).
  •   Desenvolver programas educacionais, de treinamento, e lecionar conservação e restauro.
  •   Disseminar informação obtida através do diagnóstico, tratamento ou pesquisa.
  •   Promover conhecimento e maior entendimento sobre conservação e restauro.
            O conservador-restaurador não é artista, nem artesão. É um profissional de nível superior, que pode ser oriundo das áreas de ciências humanas, exatas ou biológicas. O artista e o artesão criam, dominam as técnicas e podem conhecer bem os materiais, mas não possuem a formação, nem dispõem de conceitos fundamentais para a intervenção em bens culturais.
            O presente código visa estabelecer normas e princípios que orientem o conservador-restaurador na boa prática de sua profissão. 

Proxima Postagem:05/12 Arte postal
                                   12/06 Releitura de arte
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...