Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O ABSTRACIONISMO


    Hoje, muitas vezes, os quadros abstratos são feitos por pessoas que acham este tipo de trabalho fácil demais talvez por acharem que ele pode ser feito de qualquer jeito ou simplesmente por não terem a técnica do desenho.
     Quando o abstrato surgiu a maioria dos seus artistas pintavam ou faziam desenhos de forma bem realistas. Kandisky, por exemplo, dizem que apenas começou a fazer telas abstratas após ver um de seus trabalhos de cabeça para baixo enxergando assim maiores possibilidades de trabalhar com tinta. O pintor Piet Mondrian pintava uma série de árvores e de tanto fazê-las, elas foram se simplificando até chegar na série de trabalhos construtivistas no qual ficou mais conhecido. O artista usava apenas quadrados e cores puras (observando a evolução do seu desenho ainda há algo das suas árvores nos seus quadros), usando formulas matemáticas para conseguir um maior equilíbrio. Vejam abaixo:
Referência das imagens:

Piet de Mondrian google imagens

 

   Observe esta figura, o seu emaranhado de troncos já anuncia os desenhos futuros concretistas (feitos apenas com quadros e abaixo temos a evolução das suas árvores) 



                                                


                                                       

     Comentam que Volpi chegou as aos trabalhos de bandeirinhas porque ele observava muito os telhados dos casarios antigos e de tanto representa-los chegou a sua simplificação.  O que quero dizer é que geralmente na arte o Abstracionismo originou-se partindo de várias experimentações e tempo de trabalho e não como uma falta do que fazer ou falta de técnica ou simplesmente porque o artista quis. Quem viu o filme Pollock, viu que o artista somente foi fazer suas pinturas automaticas/ aqueles respingados, após tentar pintar um quadro e neste momento o excesso de tinta respingar no suporte.
                                                     

     Na figura 1, Volpi já mostra o padrão de como serão seus quadros. Olhem as casas formando uma divisão por causa das cores. Este é o estilo que o artista irá adotar, a separação dos quadros usando a repetição da mesma imagem porem as diferenciando com o uso das cores. 

                
  
    Os impressionistas também chegaram a abstrair as imagem de tanto pintá-las e alguns especialistas dizem que eles conseguiram este efeito porque a maioria sofria de problemas na visão. Este fato não é importante para nós e sim os seus trabalhos que mesmo com problemas de visão ou não conseguiam expressar muito através dos seus "borrões de tinta".
     
     Um jeito bem simples de treinar a agilidade da mão e captar a essência de um objeto a ser desenhado (chegando ao ponto de abstrai-lo) é realizar uma série de desenhos rápidos cronometrando a duração de cada um em: 10 minutos, depois 5 minutos, depois 2 minutos em seguida 1 minuto e finalmente em 30 segundos. Voces verão que os desenhos chegarão perto do abstrato porém a forma principal será mantida.

   Voltando a teoria: Depois dos anos 40 e anos 50 é que a abstração entra como um tipo de rebeldia contra a arte realista começando a explorar a essencia do ato de pintar ou seja: as formas, as cores, as linhas e não a imagem formada. A partir deste momento o abstrato entra definitivamente na arte como forma de expressão.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...