Aos Leitores do blog

Sejam Bem-vindos!!! Este é um espaço dedicado a arte e aos seus (futuros) admiradores. Ele é uma tentativa de despertar em seus visitantes o gosto pelo assunto. Aqui, poderão ser encontradas indicações de sites, livros e filmes de Artes Visuais, imagens de artistas, alem do meu processo de trabalho. É o meu cantinho da expressão. Espero que sua estadia seja bastante agradável e proveitosa.
Este Blog é feito para voces e por voces pois muitas das postagens aqui presentes foram reproduzidas da internet. Alguma das vezes posso fazer comentarios que de maneira parecem ofensivos porem nao é minha intençao, sendo assim, me desculpem. Se sua postagem foi parar aqui é porque ela interessa a mim e ao blog e tento focar os pontos mais interessantes. A participaçao dos autores e dos leitores é muito importante para mim nestes casos para nao desmerecer o texto nem acabar distorcendo o assunto

terça-feira, 13 de outubro de 2015

COMO SER UM MONITOR DE MUSEUS?

   O texto desta semana fala sobre um dos profissionais de grande importancia no museu assim como todos os outros que trabalham nestas instituições. 
   Por falar em museus, há muitas profissões atuando neste local e as vezes nem as imaginamos ou damos o devido valor. Isso porque elas  atuam ardua e "secretamentes" nos bastidores, sem serem vistos. Alem dos seguranças e da recepção ou secretaria no museu encontramos:
   Historiadores: resposaveis pelas pesquisas, bibliotecarios, conservadores e restauradores de obra, o museologo, curador, curriers, produtores culturais, turismologos, os monitores. E é justamente destes ultimos que trataremos no artigo abaixo escrito por:Thayse Aragão


Como ser um monitor de museus?


Descubra como ser um monitor

  A carreira de monitor em instituições de educação não formal como museus parece um tanto obscura, isso porque os profissionais que atuam nessa função não possuem formação específica em nível técnico ou de graduação: não há um curso de mediação e monitoria em universidades. Diferente do que muitas pessoas pensam, não é o museólogo que atua nessa função e é relativamente fácil fazer parte desse campo profissional tão interessante. O primeiro fato que é preciso ter em mente é que a contratação de monitores e mediadores por parte dos museus varia muito. Existem instituições ligadas ao Estado que contratam seus mediadores através de concurso público, nesses casos as exigências para o cargo podem ser diversas, desde simples ensino médio, até graduação em uma área específica passando por formação técnica em turismo ou experiência no setor de educação não formal e turismo ou arte (variando de acordo com o enfoque da instituição).

  Neste caso do concurso público basta ficar atento ao perfil desejado, ver se enquadra-se e prestar a prova. Contudo essa não é a forma mais comum de contratação de monitores e mediadores. Mesmo em instituições públicas a maior parte desses funcionários tem um caráter de contratação temporária. Muitos são estagiários e outros trabalham em caráter de escala em função do serviço.
   
   Os estagiários são em sua maioria estudantes de graduação ou ensino médio. Nesses casos normalmente a instituição oferece um curso para preparar os interessados em atuar na mediação do museu. É importante ficar atento nos fins e inícios de semestre, quando esses cursos são abertos, normalmente divulgados nos sites das instituições. Muitos deles não tem custo algum, e os melhores candidatos ganham então as vagas para atuar na instituição. Também pode ser requerida que a formação do candidato tenha relação com a área que vá atuar, portanto busque museus e galerias de arte se sua formação é nessa área ou museus e centros de ciência se é da área de exatas.   Como muitas dessas instituições possuem setor educativo que planeja atividades voltadas para o público escolar, pedagogos e licenciados tem mais chances de atuar na área. Algumas instituições possuem monitores de vários níveis, sendo eles com formações diferentes que vão desde o ensino médio até a graduação e experiência específica na área. Vale a pena investir nessa carreira quem gosta de frequentar museus e se relacionar com as pessoas. Como não é regularizado como profissão a remuneração não é tão alta, contudo é um comum primeiro emprego para quem se interessa, pois não exige experiência na maior parte dos casos.    As dificuldades da profissão ficam por conta dos horários de trabalho, podendo ter que atuar frequentemente nos finais de semana e feriados, dias em que essas instituições recebem mais visitantes. No entanto, é um ótimo e agradável local para atuar profissionalmente e desenvolver importantes habilidades, verdadeiramente apaixonante.

Foto: etgandiamaritima.wordpress.com
Fonte do material http://euquerotrabalho.com/como-ser-um-monitor-de-museus.html


 Meus comentarios sobre o texto: Falar que a carreira parece obscura acho enganoso pois a autora mesmo comentou que as pessoas que trabalham como monitor, sao preparados atraves de cursos oferecidos pelo proprio museu. Em minha opiniao, nao sao apenas os museus, como tambem as faculdades com area em licenciaturas (professor) possuem cursos para monitores pois monitor é um tipo de professor.  
  
   Alem da teoria, as pessoas  precisam praticar pois nao há nada melhor que aprender fazendo. Nao são apenas as materias que vao preparar estes profissionais. Conversar com os artistas, curadores ou museologos que organizam a exposição tambem é um tipo de aula que nao deve ser descartada, pois partindo disso, será possivel observar as varias visoes tidas em relaçao a exposição, visoes estas que podem ser complementadas por sua propria interpretação. O proprio objeto exposto tambem  acaba sendo um grande material que está a mao do monitor; basta se atentar a ele. Os proprios quadros e objetos instalados na exposição falam por si ensinando quem trabalha no local. 
  O publico tambem oferece pistas sutis ao monitor de como encaminhar sua visitaçao. Isso porque ele manifesta naturalmente seus interesses em relaçao os objetos e como reage a ele. Tudo depende da atenção, interpretaçao e perspicacia dos educadores/monitores. 


Fonte: http://euquerotrabalho.com/como-ser-um-monitor-de-museus.html



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...